Diário de Viagem: Voando pela Azul

de 2 02UTC junho 02UTC 2016

Hello Everybody, tudo bem com vocês? Espero que sim. Como eu havia falado no post anterior quem não leu, clique aqui, eu prometi que ia fazer uma série de posts contando minha experiência na viagem de Orlando e do Cruzeiro e dando algumas dicas.Hoje to aqui pra falar do nosso voo, minha experiência com as duas linhas aéreas que já viajamos, a Tam e a Azul e também vou dar algumas dicas…


Como é nosso terceiro ano de viagem, nós fechamos tudo sozinhos. Pegamos a passagem separada pela Azul, a casa e os parques nos compramos da Tam, o aluguel do carro foi direto com a empresa, que foi a Sixt e o hotel que ficamos depois que voltamos do Cruzeiro fechamos pelo Booking. Como nós já temos uma experiência nos decidimos fazer assim, até porque foi mais barato.

Na primeira vez que viajamos fechamos tudo pela Tam, não foi a opção mais barata, mas também não foi tão cara assim..

Até porque ainda não conhecíamos lá, nunca tínhamos ido, não sabíamos de nada, claro que pesquisamos bastante antes para tirarmos algumas dúvidas, e como era a primeira vez preferimos pegar tudo com a Tam, o aluguel da casa, os parques, passagem, o hotel que ficamos em Miami, fechamos tudo com a Tam. Só o carro se eu não me engano, foi separado.

BLOG
Vou contar nossa experiência com o voo da Azul:

Não foi a primeira vez que voei de Azul, já havia feito um voo nacional com eles, mas internacional foi a primeira vez, e a experiência foi boa.

A compra das passagens: Compramos pela internet mesmo, no site da Azul e o valor foi R$100 mais barato do que pagamos no voo da Tam no ano passado. O pagamento foi feito no cartão de crédito e o melhor de tudo é que eles fazem em até 10x sem juros.

O valor: Pagamos R$1600 ida e volta, já com as taxas de embarque. Mas alteramos a nossa volta e pagamos uma diferença depois. Íamos voltar no dia 21/05 que foi o dia que desembarcamos do Cruzeiro, mas decidimos ficar mais 3 dias, e alteramos nossa volta para dia 24/05. Não lembro o valor que pagamos, mas não foi muito.

Check-in em Floripa: Como nós moramos em Santa Catarina, pegamos um voo com conexão. Nosso voo foi, Florianópolis -> São Paulo -> Orlando. Chegamos em Floripa por volta de 4 horas da manhã e nosso voo era as 6:25, então fizemos o check-in, despachamos as malas fomos tomar café e depois fomos para a sala de embarque. Nesse check-in ela já nos deu todos os nossos cartões de embarque, então quando chegamos em São Paulo não precisamos fazer a mesma coisa, só passar no raio-x e entrar direto no avião.

O voo: Diferente da experiência que tivemos com o voo nacional da TAM o da Azul foi melhor. Os bancos são mais espaçosos e eles também têm a central de multimídia que tem canais da SKY ao vivo. Por mais que seja pouco tempo de voo você vai entretido, e eles também tem o serviço de bordo, eles oferecem várias opções de comidas e de bebida.

PS: O polvilho e a balinha deles são muito bons.


BLOG1 cópia
OBS: As malas no momento que despachamos em Floripa, nos só pegamos em Orlando.

Check-in em São Paulo: É em São Paulo que temos todo o trâmite de emigração, temos que passar pelo raio-x para mostrarmos que não estamos levando nada que não seja permitido por eles e todas essas coisas. Como já tínhamos o cartão de embarque nós fomos direto embarcar já quando deu o horário. Essa parte foi tudo tranquilo.

O voo: Comparando o voo com o da Tam, foi mais tranquilo e bem mais rápido. Eles servem as mesmas variedades de coisas que no voo nacional, tem cookies, balinha fini, polvilho, e várias outras opções. Como o nosso voo foi diário eles serviram almoço e café da tarde. De almoço eles sempre tem duas opções, com salada e sobremesa. De almoço eu comi massa que é uma das opções e veio a salada, um pudim, um pãozinho e uma manteiga pra passar no pão. A tarde foi servido uma maçã, um pão com peito de peru, um bolinho, um pacote de bolachinha água e sal e manteiga. E de bebidas tem água, suco, café, vinho, são várias opções. Você pode ir pegar comida e bebida a hora que você quiser, é só pedir para as(os)aeromoças(os) ou chamar eles na sua poltrona que eles também te servem. O nosso voo durou 8 horas e meia e foi super tranquilo, teve poucas turbulências, diferente da volta.

 

Na volta: Na volta às poltronas eram mais desconfortáveis, deveriam ser mais confortáveis pois o nosso voo era noturno e teve bastante turbulência.
Como nosso voo era noturno na volta eles serviram jantar e café da manhã. O jantar foram as mesmas opções do almoço sempre duas opções e o café da manhã foi a mesma coisa que o café da tarde da ida. Nosso voo da volta era as 21:25 e chegamos ao aeroporto 16:00 fizemos o mesmo procedimento que na ida, pegamos nossos cartões de embarque, despachamos as malas e fomos para área de embarque esperar o horário, mas antes de embarcamos a gente passou pelo raio-x e nesse raio-x você tem que tirar tudo, até os calçados, porque eles olham tudo para ver se você não tá escondendo nada. A mochila do Alisson passou no raio-x e ficou para averiguação, porque a gente esqueceu de tirar a pasta de dente, e por ser muito grande e ter mais volume do que o permitido ele só tirou, jogou fora e deixou a gente passar.
BLOG3 cópia

Para saber todas essas informações do que pode levar e o que não pode é só entrar no site da empresa que você comprou o voo e lá vai ter todas as instruções que você tem que seguir.

É isso, eu espero que eu tenha tirado algumas dúvidas de vocês e que as dicas tenham ajudado, qualquer coisa que eu não tenha respondido sobre esse assunto é so vocês me perguntarem nos comentários

Beijinhos no coração… <3

Comentários no Facebook