Papo de Mãe | Hora do Desfralde… E agora??

de 13 13UTC outubro 13UTC 2015

Oie… Primeiramente eu queria dizer pra vocês que faz muito tempo que eu venho pensando em escrever sobre assuntos referente a Maternidade, mas sempre fico na dúvida se vai ser ou não ser bem recebido por vocês leitoras. Eu sei que muita gente não vai se interessar, mas nunca é possível agradar a todos mesmo… Então resolvi fazer esse post “Papo de Mãe” que vai aparacer aqui no blog na 2ª Terça-feira de cada mês, os assuntos vão ser aleatórios, não vão seguir uma ordem (se vocês quiserem saber de algo específico comentem aqui!). A ideia é contar pra vocês a nossa experiência, a realidade de uma mãe de primeira viagem, que tá vivenciando tudo pela primeira vez.

O que me deixou com mais vontade de fazer esse post mesmo, foi dividir com vocês esse último momento complicado que é o Desfralde, e de falar algo que eu não li por aí!

Porque decidimos desfraldar?

Nós vamos viajar em Novembro e resolvemos que íamos tirar a fralda antes de ir viajar, pensei em começar logo que entrasse setembro (ele com 2 anos e 8 meses), mas fez muita chuva e frio e acabei atrasando em duas semanas.

Eu via que os xixis dele estavam bem espaçados, a fralda noturna quase nunca amanhecia cheia, muitas vezes ele acordava e ainda demorava para fazer xixi, o interesse dele pelo banheiro estava cada vez maior e o fato dele se comunicar muito bem nos deixou bem confiantes também.

As professoras da escolinha achavam que ele estava pronto e lá fomos nós para o desfralde.

Como foi?

O primeiro dia foi mil maravilhas, muitos xixis no chão e alguns no vaso (o que me deixou bem feliz, já que eu tinha visto alguns relatos de crianças que ficam com receio do vaso). Mas nós estávamos colocando ele para fazer xixi e deixando muito tempo ele sentado, esperando que o xixi viesse (considero que isso fizemos errado, pois o vaso começou a ficar entediante). No terceiro dia ele não queria nem sentar. E eu como mãe fiquei achando que tinha feito a escolha errada, que ele ainda não estava pronto, mil coisas na cabeça, me achando egoísta e que não tinha esperado o tempo dele. Mas pensava também que era uma fase nova, que ele iria se adaptar ainda e que levaria tempo. Mas já tinha decidido e não íamos voltar atrás. Na escolinha ele disse que não iria fazer xixi ali, que iria fazer em casa, a professora falou que se ele quisesse uma fralda ela dava e ele respondeu que o Enzo não usava mais fralda, que usava cueca e fazia o xixi no vaso (quando ela me contou eu fiquei feliz) passei 3 dias com dúvidas intermináveis e então num passe de mágica a coisa melhorou e tudo fluiu.

O cocô ele ainda estava receoso em fazer  no vaso, ficava segurando e não sentava, e pra ele não ficar segurando nós dizíamos faz na cueca mesmo. Apesar de ler em vários lugares que não se deve dar nada em troca, nós oferecemos um Kinder se ele fizesse cocô no vaso e óbvio que ele fez, fora um ou dois que não deu tempo de chegar no banheiro ele sempre pede pra fazer cocô, depois da terceira vez que ele fez no vaso, dissemos que tínhamos esquecido de comprar Kinder e que depois compraríamos e não teve problema nenhum, pra nós a “moeda de trocar” funcionou para encorajar!

O Desfralde Noturno:

Optamos por tirar tudo de uma vez, pois ele não faz muito xixi a noite mesmo. Nos primeiros dias quando ele ainda não controlava muito ele só ia fazer xixi com a bexiga cheia mesmo, então as vezes ele não conseguia fazer antes de dormir. Hoje ele faz antes de dormir nem que seja um pouquinho. Nos dias que escapou enquanto ele dormia eu trocava o parte de baixo do pijama e colocava duas toalhas por cima de onde tinha molhado e deu, nada de frescura na madrugada hehehe.

Eu coloco na cama dele um protetor descartável que absorve, uso um que comprei no pet shop mesmo, já que o próprio pra isso eu não achei aqui na minha cidade, mas tem pra vender na internet, é o que tem ajudado, pois não passa para o colchão.

Resultado:

O que eu realmente quero dizer pra vocês que estão passando ou vão passar pelo Desfralde… Que vai ter sim momentos que parece que tu fez a escolha errada e vai dar vontade de por a fralda novamente, mas não façam isso, pois confunde a cabeça da criança, depois que resolverem tirar não coloquem mais, uma hora a coisa flui normalmente.

O Enzo a partir do  11º dia não teve nenhum escape mais, mas confesso que na primeira semana eu achava que ele ia fazer xixi na cueca até os 15 anos (sim, eu sou dramática!) hehehe.

Itens necessários para o desfralde:

  • Cuecas ou calcinhas dos personagens favoritos (ninguém quer sujar e deixar o seu personagem favorito triste)
  • Troninho ou redutor sanitário (se optar por redutor sanitário compre também a banquetinha para apoiar os pés, para eles ficarem mais seguros – foi o nosso caso)
  • Paciência (muita paciência) para limpar inúmeros xixis e cocôs sem fazer cara feia e nem brigar pois pode deixar o processo mais demorado se eles ficarem ansiosos e com medo de desapontar você.

 

 

 

Então era isso, espero que tenham gostado e que de alguma forma eu possa “ajudar” algumas de vocês.

 

Eu gostaria muito que vocês dividissem as experiências comigo também!

 

Beijinhos

 

 

 

 

Comentários no Facebook